terça-feira, 30 de novembro de 2010

Bullying

Neste último trimestre participei do curso
de Elaboração de Projetos,
 com os professores Sintian Schmidt e Elói Pistorelo,
da Secretaria Municipal de Educação.
A proposta era desenvolver um projeto aliado
às tecnologias de informação e comunicação (TICs) 
 na E.M.E.F. Vererador Marcial Pisoni.
O projeto foi elaborado coletivamente e você
poderá visualizá-lo no link abaixo:

As imagens criadas em Artes estão disponíveis no link abaixo:


Com estas imagens os alunos criaram apresentações de slides sobre bullying,
sendo que a conceituação eles trabalharam em Língua Portuguesa.
Também realizaram cartazes, painéis, mensagens, assistiram a filmes sobre a temática,
fizeram uma pesquisa, e com a tabulação dos resultados
criaram gráficos demonstrativos, produção de texto,
jogos cooperativos...
Os alunos, coordenação pedagógica e professores
que participaram do projeto empenharam-se bastante
e devo um grande obrigado a todos.
Todos os trabalhos ficaram ótimos,
 pena que nem todos consigo postar aqui.
Segue uma amostrinha: 
 
 
 
Leia algumas produções de texto realizadas em Língua Portuguesa, com a professora Tânia I. Rauber:

Bullying


É a agressão contínua, verbal ou física, sempre envolvendo as mesmas pessoas. Hoje está cada vez mais polêmico, pois ele está acontecendo diariamente em locais como escolas, sites de comunicação e até mesmo em locais de trabalho.

As pessoas que praticam bullying muitas vezes são motivadas por seus colegas (amigos). Alunos que praticam essa ação nem sempre fazem para humilhar, agredir ou ofender outra pessoa, fazem em forma de brincadeira ou até para se defender de uma agressão verbal ou física.

Os casos mais frequentes de bullying ocorrem em escolas: os xingamentos, ameaças e até a cobrança de dinheiro entre os alunos para um não bater no outro.

Quem sofre bullying de qualquer uma dessas formas leva isso para a vida inteira, ou não. Muitas vezes, para acabar com isso, também agride ou fere a pessoa de modo mais grave do ela lhe atingiu.

O bullying é um problema hoje por estar acontecendo em locais educacionais. Ele poderia diminuir se as pessoas se conscientizassem através de palestras ou recebendo punições maiores quando o cometessem.

Cleiton Duarte – 8ª série
__________________________________________________________________

Vacina Antibullying


Bullying é todo tipo de violência verbal e/ou física que acontece frequentemente. Hoje em dia, ele é bastante comum na comunidade escolar. É um assunto muito polêmico porque quem pratica acha uma simples brincadeira, mas na verdade quem sofre não acha absolutamente graça nenhuma.

Os casos mais frequentes de bullying presentes em nosso dia a dia são: apelidos, tapas, socos, chutes, empurrões, ameaças, chantagens, racismo, etc.

Normalmente os adolescentes praticam o bullying sem motivo, simplesmente pelo “prazer” de rir de alguém.

As consequências para quem sofre bullying são devastadoras. Será que você gostaria de sentir tristeza, ódio, medo, mágoa ou rancor de alguém?

Enfim, o bullying é todo tipo de violência física ou verbal que acontece constantemente. Ele é um problema porque a vítima não recebe apelidos, por exemplo, uma única vez, mas várias vezes. Para acabar com ele, podemos fazer algo muito simples, que é dar exemplos: não apelidar pessoas, não praticar nenhum outro tipo de agressão verbal e/ou física, pois somos o espelho de nossos irmãos, primos e demais pessoas que vivem ao nosso redor.

Michele de Paula Camargo – 7ª série (Turma 72)
__________________________________________________________________


Bullying


Bullying é qualquer tipo de agressão frequente (moral e física, entre outras) que normalmente ocorre em escolas ou em lugares frequentados por jovens. Seu “elenco” é: agressor, vítima e plateia.

Colocar apelidos (com intenção de ofender), intimidar e agredir são os casos mais frequentes de bullying.

Uma pessoa pode praticá-lo por vários motivos: querer ser mais popular, botar medo, descontar nos outros agressões que sofre em casa ou já sofreu algum dia, etc.

A pessoa agredida pode ficar depressiva, traumatizada e até cometer suicídio. Pode acontecer também de “virar o jogo”, passando a agredir alguém com o mesmo perfil dela (tímida e quieta). Mas fazer isso é a prova de que o problema ainda não foi superado.

O bullying é um problema por trazer traumas insuperáveis à vida de uma pessoa. Para acabar com o problema, a vítima dessa agressão deve comunicar seus pais, um professor ou mesmo o diretor da sua escola. Quem pratica bullying deve ser atendido por psicólogo ou sofrer punições por seus atos.

Jennifer L. 7ª série (Turma 71)