quarta-feira, 25 de maio de 2011

Linguagem abstrata, releitura

Trabalhar a linguagem abstrata com crianças é muito interessante.
Mostrei três imagens às turmas 51  e 52 (5º ano, tarde, E.M.E.F. Guerino Zugno)
 e fomos conversando sobre o que estávamos vendo, o que sentíamos, o que poderia ser modificado,
que nome poderíamos dar se fôssemos os pintores...
Surgiram muitas idéias...
Encontraram diferentes formas: peixes, cabeças, pessoas, flores, nuvens, linhas, círculos, manchas, casas, cachorro, gato, pássaros,  "coisas esquisitas", enter outras...
Depois, os alunos reuniram-se em grupo e criaram algumas imagens,
reproduzidas abaixo.
Imagens utilizadas: "Composição", 1999, Tao Sigulda;
"Séries I", 1952-1953, Joan Miró;
"Pequeno sonho em vermelho", 1925, Wassily Kandinsky.
OBS.: Estes alunos trabalharam em anos anteriores (com outra professora)
 com desenho figurativo entre outros.
Bibliografia: JOAN MIRÓ, MALET, Rosa Maria, 1984,
Rizzoli International Publications, INC. - 1984. New York, USA;
TAO SIGULDA,  A Arte é a Caligrafia da Alma - Telas e Conceitos,
AZEVEDO, Heloiza de Aquino, livro 3, Coleção Aprendendo com Arte,
Editora Árvore do Saber, 2005;
WASSILY KANDINSKY - 1866 - 1944 - Em busaca da abstração,
 BECKS-MALORNY, Ulrike, 2007.