quinta-feira, 18 de março de 2010

Dia da Floresta

     Segundo orientações da Confederação Européia de Agricultores, o dia 21 de março foi instituído como o dia mundial da floresta em 1872.
     A escolha da data se deu em razão desse dia marcar o início da primavera no hemisfério norte, época de maior reprodução das espécies vegetais.
     Porém, outro fato marcante aconteceu. No estado de Nebraska, ao norte dos Estados Unidos da América, Julius Sterling Morton conseguiu mobilizar a população local para dedicar um dia em homenagem à árvore, em virtude de sua importância para nossas vidas.
    Cada pessoa deveria plantar uma árvore da espécie escolhida, para diminuir o problema da escassez que já acontecia naquela época.
    A ideia se espalhou pelos estados do Kansas, Tennesse e Ohio, sendo comemorado em todos os estados americanos.
    Julius era jornalista e agricultor, tendo concebido sua formação na Universidade de Michigan, aos vinte e dois anos de idade, época na qual mudou-se para a localidade. Em sua carreira profissional, ficou conhecido como criador de procedimentos inovadores na área agrícola e florestal, chegando a ser nomeado como Secretário da Agricultura de seu Estado, entre 1893 e 1896.
    O objetivo da criação dessa data foi o de mobilizar a população do mundo todo sobre a importância de se manter as florestas em seus estados naturais, conservando-as para garantir a manutenção da vida na Terra.
    A Organização para a Agricultura e Alimentação, ligada à ONU (Organização das Nações Unidas), aprovou o projeto de Julius, tornando a data oficial a partir de 1972.
Por Jussara de Barros.
Fonte: Equipe Brasil Escola