domingo, 22 de agosto de 2010

Folclore Gaúcho 5

Crendices extraídas do livro Na voz do povo - ensaios de folclore
Walter Spalding - Martins Livreiro - 1979

O que não se deve fazer

• Colocar duas vassouras juntas num canto da casa - porque faz com que haja briga na família
• Guardar espelho quebrado - por que dá azar, dá peso, atrai desgraças
• Passar por baixo de escada - pelos mesmos motivos acima
• Casar em agosto - porque é o mês do desgosto. O casamento não será feliz
• Duas pessoas lavarem as mãos ao mesmo tempo - porque prejudica uma delas
• Por sal no fogo - afugenta as visitas
• Matar sapo - traz chuva
• Dar e tornar a tomar - porque fica corcunda ou fica aleijado
• Comer na panela - se é moça solteira, choverá no dia do casamento. se é rapaz solteiro, idem. Se já forem casados, estão provocando a miséria
• Comer com chapéu na cabeça - porque o diabo se ajunta à mesa
• Comer peixe e carne misturados - além de falta de respeito, faz mal
• Deixar chinelo emborcado dentro do quarto
• Apontar ou contar estrelas - por que cria verrugas
• Sair montando em cavalo de pelo branco em dia de tempestade - por que o pelo branco do cavaloa atrai os raios
• Ter pica-pau em casa - porque é ave agourenta

O que se deve fazer

• Usar ou colocar debaixo da cama uma vara de cipó - para afugentar cobras de dentro de casa e não permitir que entrem no quarto
• Matar imediatamente a galinha que cantar como galo - para evitar desordens em casa
• Para ter sorte e evitar mau olhado - deve-se usar um galhinho de arruda atrás da orelha
• Ao passar por um gato preto pela frente da pessoa, esta deverá dar três pancadas ou com o pé no chão, ou com a mão esquerda numa parede, para conjurar o azar

Nota do Cohen: Spalding foi um dos maiores historiadores do Rio Grande e também conhecedor do folclore. Ilustra neste livro várias e várias superstições, além de alguns aspectos de festividades locais e origens latinas de frases populares.