quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Peça teatral - Os Ratos, O Gato e o Queijo

Trabalhei este texto com fantoches de saco de papel confeccionados pelos alunos (fantoches).

OS RATOS, O GATO E O QUEIJO
Personagens: um ratinho, um ratão e um gato
(Ao abrir-se a cortina, aparece, no centro do palco um queijo. Logo depois, entram dois ratos: um de cada lado palco.)
Ratinho – Olhe um queijo. É meu!
Ratão – Eu vi primeiro, é meu!
Ratinho – Viu nada. Eu que vi primeiro. Vou comê-lo.
Ratão – Viu nada! Quem vai comer sou eu.
Ratinho – Isso é o que você pensa. Vou lhe dar uns tapas e o queijo é meu.
Ratão – Dá, se for homem.
Ratinho – Dou mesmo. É prá já.
(brigam, um batendo no outro)
Ratão – Pensando bem, é melhor repartir o queijo. Você fica com um pedaço e você com outro.
Ratinho – Ah! Já sei que você quer o pedaço maior. Não aceito sua proposta.
Ratão – Vou dividir o queijo em duas partes iguais. Confie em mim.
Ratinho – E você é de confiança? Vou ficar com o queijo inteirinho.
Ratão – Ah! É assim? Você vai é apanhar.
(Brigam. Depois de algum tempo de luta ouve-se um miado que vai aumentando à medida que alguém vai se aproximando. Aparece um gato.)
Gato – Miau! Miau!
(Os ratos se assustam e fogem apavorados.)
Gato – Oh! Oh! Que belo queijo! Vou saboreá-lo!
(O gato como o queijo e fecha-se a cortina)

ÀS VEZES, GASTAMOS NOSSO TEMPO BRIGANDO... ENQUANTO ISSO, NEM PERCEBEMOS O QUE ESTAMOS PERDENDO...

Bibliografia: LADEIRA, Idalina. CALDAS, Sarah. Fantoches & CIA. Arte Educação. Literatura Infantil. LÍNGUA Portuguesa. Pedagogia. Ed Scipione, 1989.